Pixel do Facebook
Close

18 de março de 2019

Etiquetagem: como a tecnologia revolucionou esse processo

etiquetagem

A etiquetagem das mercadorias é um dos processos que contribuem para uma melhor gestão de estoque.

Em meio a um armazém repleto de caixas acomodadas em prateleiras e paletes, é importante que o sistema de etiquetagem funcione para agilizar na identificação e localização das mercadorias.

Este processo foi evoluindo aos poucos. Antes da chegada da tecnologia, as empresas apostavam na combinação papel e caneta, fazendo anotações nas etiquetas coladas nas caixas. Ainda é possível ver este procedimento em locais de pequeno porte.

Mas quando o estoque ganha grandes proporções e o fluxo de mercadorias se torna intenso, é necessário recorrer a mecanismos que garantam a produtividade e evitem atrasos na hora de localizar os produtos e de carregar e descarregar caminhões.

Para atender às necessidades de evolução e mudança, a tecnologia foi acionada e passou a oferecer ao mercado logístico formas automatizadas de etiquetagem e gestão de estoque.

LEIA MAIS: Como funciona o sistema warehouse?

 

Qual a influência da tecnologia no processo de etiquetagem?

A tecnologia entrou no setor de etiquetagem para melhorar a gestão de estoque. Ou seja, tornar padronizadas as informações contidas nas caixas, facilitar o armazenamento, a localização e o rastreamento de mercadorias.

Entre as inovações no sistema de etiquetagem estão os códigos de barras e o RFID.

Com o código de barras, chegou ao fim a necessidade de cadastrar manualmente todas as mercadorias que chegam ao estoque. Com o uso de leitores e softwares automatizados, as informações passaram a ser enviadas automaticamente para a tela do computador, agilizando o processo de entrada e saída de produtos.

Além disso, com o código de barras, passou a ser possível acompanhar também as situações dos estoques, reduzindo os problemas com excesso ou falta de mercadorias, por exemplo, e elevando o patamar dos tradicionais inventários.

A etiqueta RFID está ganhando força dentro das empresas de logística. Nesse processo de etiquetagem as informações ganham um chip, que além de facilitar o registro na hora da entrada e saída das mercadorias, também reduz o tempo de localização e rastreamento dos produtos.

Outra grande vantagem dos processos de etiquetagem que utilizam a tecnologia RFID é que o sistema faz a leitura e registra as informações no sistema de maneira automática. Não importa se a etiqueta corresponde apenas à caixa ou a cada produto contido nela.

Quanta evolução, não é mesmo? Aos poucos, as empresas vão abraçando as novas tecnologias para tornar seus processos mais efetivos e elevar a produtividade de seus funcionários. E certamente vem muito mais inovação por aí!

A etiquetagem é uma das soluções da Lotus Logística, uma empresa que está sempre preocupada em garantir a segurança e a eficiência na hora de armazenar e distribuir mercadorias. Especializada em distribuição de cargas fracionadas, a Lotus também oferece soluções de armazenamento e de embalagem.

Estrategicamente localizada em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, a empresa possui fácil acesso ao Porto de Santos e a rodovias importantes, como Imigrantes e Anchieta.

Que tal escolher a Lotus como sua parceira ideal de soluções logísticas? Para conhecer melhor todos os serviços, entre em contato pelo telefone 11 4342-0990 ou pelo email [email protected].

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *