Pixel do Facebook
Close

4 de novembro de 2020

O que é um inventário de estoque e como fazê-lo de forma eficaz?

inventário de estoque

Uma boa gestão logística depende de uma série de fatores, entre eles de um eficiente inventário de estoque. Esta prática ajuda os operadores a terem um melhor controle do que entra e sai do armazém e permite maior agilidade na execução de tarefas como movimentação e distribuição de mercadorias.

Fazer o inventário de estoque significa identificar, classificar e contabilizar todas as mercadorias armazenadas. Essas informações levam a equipe de trabalho a identificar certos gargalos no armazenamento e a tomar decisões que evitem prejuízos para a empresa.

Este processo de inventário de estoque está diretamente relacionado com a logística, tanto interna quanto terceirizada. Uma organização impecável do armazém facilita o trabalho de movimentação e distribuição de mercadorias. A execução exemplar destes serviços também evita atrasos nas entregas e preza pela satisfação do cliente.

 

Todas as empresas precisam fazer inventário de estoque?

Sim. É importante deixar claro que empresas de qualquer porte e segmento precisam fazer um inventário de estoque, para ter um controle de gastos mais efetivo.

Uma empresa pequena de contabilidade pode, por exemplo, controlar o número de equipamentos de informática e itens de escritório presentes no almoxarifado. Ao manter os níveis de materiais adequados, não será necessário comprometer o caixa caso seja necessário substituir um teclado ou um monitor.

Outro exemplo é de uma empresa de e-commerce que precisa realizar o inventário de estoque para saber quais produtos estão armazenados e em qual quantidade. Desse modo poderá fazer algum tipo de ação para desafogar os produtos em excesso e efetuar a compra de outros que estão em falta.

Esse controle também evitará vender um produto que não está no estoque, causando uma insatisfação no cliente.

 

Tipos de inventário de estoque

 

Existem diferentes maneiras de se fazer o inventário de estoque. Cada empresa adota o formato que for mais interessante para o seu negócio.

Ao todo são cinco. Conheça cada um deles:

1 – Periódico

Também chamado de cíclico, este tipo de inventário acontece de acordo com atualização do estoque e movimentação de mercadorias da empresa. Ele pode ser diário, semanal ou mensal.

2 – Rotativo

Muito confundido com o inventário de estoque cíclico, esta modalidade também é feita em períodos pré-estabelecidos. Mas ela tem o objetivo de identificar falhas no armazenamento de mercadorias e outros problemas, como data de validade vencida e extravios.

3 – Parcial

Empresas de grande porte ou que possuem uma variedade de produtos muito grande adotam este inventário de estoque, que também recebe o nome de dinâmico. Neste caso, apenas uma parte do estoque é verificado com maior frequência. O critério a ser usado varia de acordo com a necessidade da empresa. Os perecíveis e os que sofrem com mudanças climáticas podem entrar nesse processo de averiguação mais frequente.

4 – Anual

Considerado o mais simples, é feito no final do ano fiscal. Este tipo de inventário de estoque geralmente é adotado pelas empresas que realizam uma grande compra de produtos não-perecíveis para suprir a necessidade pelo período de um ano.

5 – Geral

Como o próprio nome diz, nesta modalidade é avaliado todo o estoque da empresa de uma vez, desde os produtos utilizados internamente até os que são comercializados. Por ser um processo longo, pode se não ser adotado por empresas muito grandes e com ampla variedade de produtos.

 

Quais as vantagens de fazer o inventário de estoque?

Independentemente do tipo de inventário de estoque adotado, a atividade precisa ser realizada por qualquer tipo de empresa, por questões de organização e segurança.

Entenda os benefícios de se fazer este controle de maneira programada e atenta:

  • Maior controle da entrada e saída de mercadorias;
  • Redução de perdas e desperdícios;
  • Melhor organização e gestão de estoque;
  • Maior segurança e confiabilidade nas transações comerciais (B2B e B2C);
  • Redução de problemas financeiros;
  • Execução dos processos logísticos com mais agilidade;
  • Menor risco de problemas com o Fisco;
  • Melhor planejamento de ações de marketing e vendas.

 

Como realizar um bom inventário de estoque?

O inventário de estoque é um processo de grande importância para a empresa. Um erro neste processo pode trazer prejuízos financeiros e comprometer a reputação e o relacionamento com os clientes.

Por isso, confira dicas de como tornar o inventário de estoque o mais organizado possível:

1 – Defina o tipo de inventário de estoque

Avalie o porte da sua empresa, o tipo de mercadoria comercializada e a movimentação no armazém para identificar qual tipo de inventário de estoque se encaixa melhor no seu negócio.

2 – Reserve um dia e horário para realizar o inventário de estoque

Fazer este processo em um dia de grande movimentação dentro do armazém pode não ser o ideal. Portanto, defina um dia e horário de pouco movimento e que não haverá chegada de novas mercadorias.

3 – Capriche no detalhamento dos produtos

Quanto mais informações a equipe extrair dos produtos, mais organizado será o inventário de estoque. Esta riqueza de detalhes vai ajudar, inclusive, na localização e armazenamento dos produtos.

4 – Mantenha a organização do estoque

Um local desorganizado pode comprometer a qualidade e o tempo de execução da tarefa. Um bom inventário de estoque precisa permitir que a equipe organize melhor o estoque e classifique os produtos para agilizar a movimentação e sua localização.

5 – Faça a contagem e cheque

O inventário de estoque é um processo longo, porque exige uma atenção redobrada. Logo, nunca deixe de conferir as informações coletadas antes de dar a tarefa por finalizada. Você pode recontar o produto logo após a primeira checagem ou recontar ao final de todo o processo.

6 – Use a tecnologia a seu favor

A automação e os softwares especializados agilizam diferentes processos dentro do setor logístico e aumentam a segurança. Utilizá-los pode aumentar a confiabilidade do inventário de estoque, porque ajudam a identificar erros e oportunidade de melhoria na execução das atividades.

Sua empresa está em busca de uma parceira logística?

Existem muitos serviços que uma empresa pode terceirizar. Um deles é de logística, mais precisamente de armazenamento e distribuição de mercadorias.

Há 25 anos no mercado, a Lotus Logística é especializada no serviço de transporte de carga fracionada e já foi premiada consecutivas vezes pela Pepsi.Co pela qualidade na execução desta solução.

Localizada em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, possui fácil acesso ao Porto de Santos e a rodovias importantes, como Imigrantes e Anchieta.

Conheça todos as soluções oferecidas pela Lotus Logística entrando em contato pelo telefone 11 4342-0990 ou pelo email administrativo@lotuslogistica.com.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *